nf

CearaPar faz palestra para novos servidores da Sefaz-Ce

A CearaPar participou na quinta-feira (8/2) de treinamento técnico realizado com os novos servidores fazendários, empossados no último dia 31 de janeiro de 2024.

A palestra do diretor-presidente, Carlos Eduardo Marino, apresentou a Companhia, seu escopo de trabalho, a importância da gestão de ativos públicos e o movimento de vanguarda do Ceará com a constituição de uma gestora.

“Somos uma vinculada da Secretaria da Fazenda do Ceará, o que torna imprescindível que os novos servidores fazendários conheçam os pormenores de nossa atuação, inclusive para que possam contribuir com o crescimento da gestão de ativos públicos de nosso Estado”, afirmou Carlos Eduardo.

Cogerh

Cipp, Cegás e Cogerh recebem visitas institucionais da CearaPar

O diretor-presidente da CearaPar, Carlos Eduardo Marino e a diretora de negócios e relações com investidores, Raquel Soares, realizaram nos dias 2, 7 e 8 de fevereiro, visitas institucionais à Companhia de Desenvolvimento do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), à Companhia de Gás do Ceará (Cegás) e à Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), com o objetivo de apresentar às estatais do Ceará as ações da gestora de ativos.

Na ocasião, a CearaPar informou que atualmente elabora uma base de dados das estatais, com informações referentes à estrutura administrativa e financeira de cada uma delas. Esta base será sistematizada e operada pelo Sistema de Gestão de Participações Societárias (SisPar), ainda em construção, e contará com informações relativas ao desempenho econômico-financeiro das empresas.

Além disso, a Companhia explicou que faz parte de seu escopo de trabalho tanto a gestão das participações societárias, quanto dos ativos imobiliários do Estado do Ceará, e detalhou alguns dos projetos atuais que estão em andamento, como a possibilidade de realização de negócios diversos com imóveis do Estado.

Participaram da reunião com a CIPP, o diretor-presidente Hugo Figueiredo, a secretária executiva Rebeca Pimentel e o superintendente do Centro de Serviços Compartilhados, Tales Menezes. Na Cegás estiveram o presidente Miguel Nery e a assessora especial da presidência, Cissa Maia. Na Cogerh, a CearaPar foi recebida pelo diretor administrativo financeiro, João Ricardo Rios, e pela equipe técnica composta pelo assistente especial da Presidência, Treze Melo, a gerente de recursos humanos, Rafaela Parente, o assistente jurídico Carlos Mota e a assistente da diretoria Sarah Mourão. O assistente técnico da CearaPar, Carlos Manso, também participou dos encontros.

Evento Seplag 2

CearaPar participa da Semana Anual da Gestão

O diretor-presidente da CearaPar, Carlos Eduardo Marino, apresentou nesta segunda-feira, 22, palestra na Semana Anual da Gestão, na Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag-CE). Em sua explanação, Carlos Eduardo apresentou a missão da CearaPar como gestora de ativos públicos, bem como o panorama das atividades atuais da Companhia. Um dos destaques foi a política de negócios com imóveis do Estado do Ceará e as inovações trazidas pela existência da CearaPar.

“Administração do tesouro, planejamento, autoridade monetária, administração tributária e gestão de ativos são a base para oferecer à população políticas públicas de educação, saúde, cultura, esporte, assistência social, dentre outras. Esses cinco pilares precisam coexistir com eficiência para oferecer mais e mais robustas políticas públicas ao Ceará”, afirmou Carlos Eduardo.

Reforçar para as secretarias do Estado as possibilidades de atuação da CearaPar, além das atividades já implementadas, é um objetivo da política de comunicação da Companhia.

A Semana Anual da Gestão é uma parceria entre a Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag-CE) e a Escola de Gestão Pública do Estado do Ceará (EGPCE) e tem o objetivo de apresentar as novidades, ações e projetos em vigência na área de Gestão.

ilustrativa 2

Visitas institucionais alinham ações entre as estatais cearenses

A CearaPar iniciou na última semana uma rodada de visitas institucionais a empresas estatais do estado do Ceará. O presidente Carlos Eduardo Marino, acompanhado da Diretora de Negócios e Relações com Investidores, Raquel Soares, esteve reunido com os presidentes da Cagece, Neuri Freitas e do Metrofor, Plínio Saboya, para apresentar mais detalhes da atuação da CearaPar na gestão dos ativos públicos do Ceará. “Tanto as participações societárias, quanto os ativos imobiliários fazem parte do escopo de trabalho da CearaPar, assim é importante a compreensão do papel da Companhia pelas gestões das demais empresas para que haja integração e colaboração das estatais com o desenvolvimento de nossas atividades”, explicou Eduardo Marino.

Os representantes da CearaPar também informaram às entidades sobre a construção de uma base de dados das estatais, com informações referentes à estrutura remuneratória e administrativa de cada uma delas. A base dados, sistematizada e operada pelo Sistema de Gestão de Participações Societárias (SisPar), contará ainda com informações harmonizadas relativas ao desempenho econômico-financeiros das empresas.

O presidente da Ematerce, Inácio Mariano, também recebeu a CearaPar, na semana passada, com o mesmo objetivo. A visita do presidente Carlos Eduardo foi acompanhada pelo assistente técnico, Carlos Manso.

Imagem: Em dezembro de 2023, a CearaPar promoveu encontro com as estatais cearenses.

Créditos da foto: Layla Galvão (Sefaz/Ce)

evento 5

CearaPar promove segunda edição do Encontro das Estatais Cearenses

Aconteceu na manhã desta segunda-feira (4), no auditório da Cegás, o II Encontro Estadual das Estatais Cearenses. Promovido pela CearaPar, gestora de ativos públicos do Estado do Ceará, empresa vinculada à Secretaria da Fazenda – Sefaz-Ce, o evento discutiu casos de sucesso em parcerias estratégicas realizadas entre empresas estatais e privadas.

Antes do início do evento, os convidados foram recebidos com uma visita guiada à exposição Legado dos Mestres, que ocupa o espaço cultural da Companhia de Gás do Ceará, conduzida pelo fotógrafo Jarbas Oliveira.

A fala de abertura ficou por conta do Secretário da Fazenda, Fabrizio Gomes, que enfatizou a importância da realização do encontro: “Estamos acompanhando no Estado do Ceará, no Brasil e no mundo um debate muito grande em torno do que diz respeito a matriz energética, ao hidrogênio verde, e hoje temos a apresentação de casos de sucesso de três estatais que envolvem-se diretamente com esses temas, a CIPP, a Cegás e a Cagece. O encontro de hoje, que deve ser reforçado no calendário da CearaPar já é um caso de sucesso”, afirmou.

O presidente da CearaPar, Carlos Eduardo Marino, resgatou o tema da primeira edição do encontro, que tratou de governança e explicou que, este ano, “o assunto foi escolhido pensando na otimização de ativos, que é a grande missão da CearaPar, a partir da escuta das experiências de estatais que já atuam há algum tempo no cenário cearense, com parcerias rentáveis com a iniciativa privada, seja do ponto de vista econômico ou social”.

Cagece, Cegás e CIPP compuseram a mesa de exposição temática. O presidente da Cegás, Miguel Nery, apresentou em detalhes o sucesso do projeto de distribuição de biometano – GNR Fortaleza e também de suas atividades de responsabilidade social e mecenato.

Na sequência, o presidente da CIPP, Hugo Figueiredo, contou a experiência exitosa do Governo do Ceará, por meio da CIPP, na parceria com o Porto de Roterdã. “Eu acredito que parcerias entre o setor público e privado são sempre um bom caminho,” destacou.

Fechou o painel, o engenheiro da Cagece, José Carlos Asfor, que apresentou um panorama da atuação da Companhia, com ênfase na parceria público-privada (PPP) de Esgotamento Sanitário de Fortaleza.

O evento contou com a presença de executivos das onze empresas estatais do Ceará, além das quatro já citadas, compareceram Metrofor, Etice, Ematerce, Adece, Cogerh, Ceasa e ZPECeará.

   

Fotos: Layla Galvão (Ascom Sefaz-Ce)

Site CearaPar (1)

CearaPar compartilha suas boas práticas de gestão de ativos em evento do Banco Mundial

A CearaPar já é exemplo de boas práticas de gestão de ativos. A conclusão foi feita pelo Banco Mundial ao convidar a Companhia para participar de um painel sobre experiências nacionais e boas práticas na gestão de ativos patrimoniais no 1º Fórum Técnico das Unidades Executoras do Programa Pró-Gestão, em Brasília.

O encontro aconteceu nesta quarta-feira (29), e contou com a participação do presidente da Companhia, Carlos Eduardo Marino, responsável por apresentar as atividades da CearaPar e da gestora de negócios, Helena Teófilo, que acompanhou remotamente.

Pró-Gestão é o nome resumido do Programa de Sustentabilidade Fiscal, Eficiência e Eficácia do Gasto Público do BIRD. O programa contempla alguns estados brasileiros e tem por objetivo promover a melhoria da gestão fiscal, orçamentária e patrimonial da administração pública, aumentando a eficiência dos gastos públicos.

“A agenda da nossa apresentação explicou a importância da gestão de ativos públicos, mostrou o panorama dos ativos públicos no Ceará e fez um paralelo entre o lugar do Estado antes da constituição da CearaPar e a nova gestão de ativos públicos a partir da concepção da Companhia. A proposta foi detalhar o percurso que o Ceará fez desde que compreendeu a gestão de ativos como elemento chave no desenvolvimento do Estado, até o momento atual, dois anos depois do início da CearaPar”, pontua Carlos Eduardo Marino.

Site CearaPar

CearaPar lança edital de credenciamento para empresas que atuam com avaliação e regularização de imóveis

A CearaPar está credenciando empresas prestadoras de serviços técnicos de georreferenciamento, cadastramento e avaliação de imóveis, bem como empresas prestadoras de serviços de diagnóstico legal e assessoria na regularização de imóveis.

O objetivo do credenciamento é a formação de um banco permanente de empresas que prestem os serviços.

As empresas deverão indicar no ato da inscrição o grupo de atividades que possuem interesse em se credenciar, os serviços são divididos em:

Grupo 01 – Serviços técnicos de georreferenciamento, cadastramento e avaliação de imóveis.
Grupo 02 – Serviços de diagnóstico legal e assessoria na regularização de imóveis.

Clique e acesse todos os detalhes do edital em questão.

1693928337018

O Ceará faz negócios imobiliários

Na manhã de hoje (4/9), a CearaPar recebeu, na sala imersiva no Museu da Imagem e do Som (MIS), um grupo de pessoas relacionadas ao mercado imobiliário e de investimento, além de secretários de estado e outras autoridades.

Em fala de boas vindas, após a exibição de trecho da exposição “Ontem Choveu no Futuro”, Luisa Cela, Secretária de Cultura do Estado, destacou a importância do olhar para as políticas públicas culturais como benefício e não como gasto, característica presente na gestão do ex-governador Camilo Santana, bem como nesse primeiro ano de mandato do governador Elmano de Freitas. A secretária apresentou o MIS como um exemplo de investimento em infraestrutura cultural e falou um pouco sobre outros equipamentos do estado e suas potencialidades.

Em seguida, o secretário executivo do Tesouro Estadual (Sefaz-Ce), Márcio Cardeal, contextualizou a existência e importância da CearaPar, estatal vinculada à Sefaz-Ce, para a gestão de ativos públicos do Ceará e enfatizou que a parceria “busca aprimorar a arrecadação e administração da riqueza pública”, passando a palavra para o presidente da Companhia, Carlos Eduardo S. Marino.

Eduardo Marino promoveu, então, a apresentação dos imóveis prioritários para negócios, já autorizados em reunião do Conselho Estadual de Administração e Gestão de Ativos (Conag), além do passo a passo da desburocratização para proposições. “Temos muitos imóveis disponíveis, terrenos, apartamentos e temos aqueles considerados as jóias da coroa. São espaços como a Expoece, o Palácio Iracema, a Cavalaria… propriedades que podem ser objeto de negócios trazendo inúmeros benefícios para o Ceará”, destaca Marino.

Hoje o Governo do Ceará tem cerca de 5500 imóveis, dentre açudes, casas, terrenos e prédios. Desse total, mais de mil estão disponíveis e desocupados. De acordo com o Balanço Geral do Estado (BGE) do ano de 2022, o valor contábil é superior a R$23 bilhões de reais.

As possibilidades de negócios vão além das operações diretas como compra, aluguel, permuta e chegam a formatos mais inovadores, como a construção específica para um fim (built to suit), a venda com arrendamento de longo prazo (sale and leaseback) e a possibilidade de parcerias com o setor privado. A CearaPar atua como catalisadora desse desenvolvimento imobiliário.

A secretária do Planejamento e Gestão (Seplag-CE), Sandra Machado, representou o governador Elmano de Freitas, no encontro. Em sua fala, enfatizou a importância da participação da sociedade civil e iniciativa privada para tornar o Ceará cada vez mais eficiente em todas as áreas.

Prestigiaram o evento o presidente do Sinduscon, Patriolino Dias, o vice-presidente da FIEC, André Montenegro, a diretora do CRECI-CE, Silvana Mourão, as secretárias Wilma Freire (Sema), Joelise Collyer (projetos especiais), Célio Fernando (Regionalização), Aloísio Carvalho (CGE), Rogério Pinheiro (Esportes), dentre outros além de representantes da CEF no Ceará, do BNB e outras entidades financeiras.

1691586726826

CearaPar participa da reunião da Comissão da Indústria Imobiliária (CII) do Sinduscon-CE

A CearaPar participou, esta semana, da reunião da Comissão da Indústria Imobiliária (CII) do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Ceará (Sinduscon-CE). Na ocasião, o presidente Carlos Eduardo Marino e a diretora Helena Teófilo apresentaram o novo formato de negócios do Governo do Ceará em relação aos seus ativos imobiliários.

A Companhia destacou que, a partir de sua constituição como gestora de ativos públicos, o estado do Ceará avalia alternativas de simplificação dos negócios imobiliários, de forma a permitir que investidores, inclusive da área da Construção Civil, possam demonstrar interesse em imóveis de propriedade do Estado.

Os diretores apresentaram o formulário, já disponível na página da CearaPar, que permite a demonstração de intenção em imóveis estaduais. Intitulado “Proposta de Aquisição de Imóvel Público Estadual (PAIPE)”, o requerimento está regulamentado pelo Decreto Estadual 35.505/23 e, disponibiliza, além da aquisição propriamente dita, outros formatos de negócios que envolvam imóveis públicos do Ceará. O instrumento, a partir de preenchimento simples e anexação de documentos, leva à Companhia a disposição dos investidores.

“Estamos em um momento importante. Nosso arcabouço legal proporciona, agora, uma simplificação no processo de aquisição, permuta, aluguel ou outros tipos de negócios imobiliários. Apresentar à sociedade investidora estas oportunidades é o caminho para a otimização dos ativos públicos imobiliários do Ceará e, consequentemente, de uma nova geração de renda para o estado”, enfatizou o presidente da CearaPar Carlos Eduardo Marino.

É possível verificar mais detalhes da sistemática adotada pelo Ceará, visitando a página de negócios imobiliários da Companhia em www.negocios.cepart.com.br

 No endereço, são apresentados os dados básicos do acervo imobiliário do Estado, bem como a lista de imóveis prioritários em negociação, com imagens.

“Além do que aparece no site, o interessado pode enviar email para solicitar novas informações ou esclarecer dúvidas. É fundamental compreendermos as demandas do mercado e que o mercado entenda nossas ofertas e maneiras de fazer negócios”, explicou a diretora Helena Teófilo.

Patriolino Dias e José Carlos Gama, presidente e vice-presidente do Sinduscon, respectivamente, participaram da reunião juntamente com os associados.

1691068303459

CearaPar e CRECI celebraram acordo de cooperação técnica

Parcerias são fundamentais para o sucesso de novas ideias. Com esse pensamento, a CearaPar e o Conselho Regional de Corretores de Imóveis – CRECI celebraram acordo de cooperação técnica para unir esforços em ações que promovam o desenvolvimento de projetos relacionados aos ativos imobiliários do Estado do Ceará.

O objetivo é a articulação e a interação de atividades para desenvolver projetos relacionados aos imóveis do Governo do Estado do Ceará, visando oportunidade de negócios para os corretores de imóveis. No acordo as entidades comprometem-se a prestar mutuamente assessoria técnica; favorecer a utilização recíproca e conjunta de instalações, equipamentos, acervo bibliográfico, uso comum de pessoal especializado, bem como promover treinamento e aperfeiçoamento de pessoal por meio de estágios, cursos, congressos ou similares.

“A cada nova parceria vemos a CearaPar avançar em um objetivo que nos é fundamental neste momento: as transações imobiliárias de ativos públicos do Ceará. Hoje há imóveis não operantes em destaque para serem negociados e estamos cada vez mais preparados para fazê-lo”, ressalta Carlos Eduardo Marino, presidente da Companhia.

Participaram da assinatura do termo, o presidente da Companhia, Carlos Eduardo Marino, a diretora de negócios da CearaPar, Helena Teófilo, e, pelo Creci, o superintendente Sérgio Bezerra, o segundo vice-presidente, Sebastião Moraes e o assessor jurídico, Tibério Moura.

“Recebemos com muita alegria a celebração deste acordo de cooperação técnica. O Creci representa todos os profissionais do mercado imobiliário cearense e sabemos que os corretores têm total interesse em negociar imóveis não operantes do Governo do Estado. A sociedade sabe e reconhece a competência do Corretor de Imóveis como o profissional verdadeiramente conhecedor do mercado, capaz de definir o real valor mercadológico de um imóvel, com clareza e objetividade técnica”, explica Sebastião Moraes, segundo vice-presidente do Creci Ceará.